As argilas são divididas em duas classes: argila residual, encontrada no local de origem, e argila transportada, também conhecida como argila sedimentar, removida do local de origem por um agente de erosão e depositada em uma posição nova e possivelmente distante. As argilas residuais são mais comumente formadas pela intempérie superficial, que dá origem à argila de três formas?pela decomposição química das rochas, como o granito, contendo sílica e alumina; pela solução de rochas, como o calcário, contendo impurezas argilosas, que, sendo insolúveis, são depositadas como argila; e pela desintegração e solução do xisto. Um dos processos mais comuns de formação de argila é a decomposição química do feldspato.

A argila consiste numa folha de silicatos interligados combinados com um segundo grupo de folhas de átomos metálicos, oxigénio e hidroxila, formando um mineral de duas camadas, como a caulinite. Às vezes, esta última estrutura em forma de folha é encontrada colada entre duas folhas de sílica, formando um mineral de três camadas, como a vermiculita. No processo de litificação, as camadas de argila compactada podem ser transformadas em xisto. Sob o intenso calor e pressão que se podem desenvolver nas camadas, o xisto pode ser metamorfosado em ardósia.

  • Introdução
  • Propriedades e Classificação
  • Formação
  • Utilizações
  • Argila como Solo
  • Bibliografia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.